Plano de gestão do escopo

O escopo é a característica que define a escolha de gerenciar o trabalho como um projeto ou um programa. Quanto mais complexo for o escopo, mais extensa será a gama de planos de gestão necessários para descrever como será administrado.

Um plano de gestão de escopo abrangente, como descrito aqui, funcionará para um escopo menos complexo. Conforme a complexidade aumenta algumas partes do escopo pode precisar de seu próprio plano de gestão, como um plano de gestão de benefícios  por exemplo. Em última instância, o plano de gestão de escopo pode ser substituído por planos de gestão para cada aspecto da gestão do escopo.

Em termos gerais, existirá um plano de gestão de escopo para projetos, enquanto que um programa terá planos de gestão separados para os diferentes componentes da gestão do escopo. Naturalmente, haverá pontos intermediários, onde haverá um plano de gestão de escopo abrangente apoiado por planos de gestão mais detalhados, conforme necessário.
 

Diretrizes

  • Introdução
  • A introdução descreverá os antecedentes do trabalho e deixará claro como a governança do escopo é documentada. Se aspectos da gestão de escopo forem retirados deste documento e expandidos em seus próprios planos de gestão, eles devem ser listados aqui.

  • Papéis e responsabilidades
  • Em sua forma mais simples, uma pessoa (talvez o gerente de projeto) será capaz de executar os aspectos gerenciais e técnicos do escopo. Na mais complexa, o escopo precisará de especialistas em diferentes funções (por exemplo, gestão de requisitos ou  gestão da configuração) ou especialistas em diferentes disciplinas técnicas (por exemplo, arquitetos, engenheiros elétricos, engenheiros aeronáuticos, etc.).

  • Esta seção pode conter os detalhes dos papés e responsabilidades ou pode apenas conter uma visão geral com mais detalhes em cada uma das seções do "procedimento" relevantes do plano.

  • Gestão da Informação
  • A composição e o formato dos documentos de escopo podem ser definidos aqui. Alternativamente, esta seção pode conter uma visão geral da documentação do escopo com mais detalhes em cada uma das seções relevantes do 'procedimento' do plano.

  • Validação
  • Os critérios para uma gestão bem sucedida do escopo que será usado em qualquer revisão de validação serão descritos aqui. Se necessário, critérios detalhados podem ser incluídos nas seções de "procedimento" do plano.

  • Orçamento
  • O custo de gerenciamento do escopo é, em grande parte, o custo do projeto ou programa. Esta seção não deve tentar tratar de todo o orçamento, mas concentrar-se em certas áreas especializadas. Por exemplo, pode haver um orçamento específico para estudos de viabilidade ou mudanças de escopo.

  • Se necessário, critérios detalhados podem ser incluídos nas seções de "procedimento" do plano.

  • Interfaces
  • Esta seção é particularmente importante se o plano de gestão de escopo for um documento guarda-chuva para planos de gestão mais detalhados, como um plano de gestão de benefícios ou um plano de gestão da configuração.

  • Deve também fornecer referências cruzadas a outras funções para destacar áreas de escopo que tenham níveis mais altos de risco ou partes interessadas particularmente influentes. Se necessário, critérios detalhados podem ser incluídos nas seções de "procedimento" do plano.

 

Procedimentos componentes

A composição e os detalhes desta parte do plano dependem inteiramente da escala e da complexidade do escopo. Um procedimento geral simples pode ser apropriado, ou vários procedimentos mais especializados podem ser definidos.

  • Gestão de requisitos
  • A extensão da gestão dos requisitos deve ser consistente com a complexidade do escopo do trabalho e do envolvimento das partes interessadas.

  • Desenvolvimento de soluções
  • Os procedimentos e técnicas de desenvolvimento de soluções serão definidos de acordo com a complexidade dos produtos requeridos.

  • Gestão de Benefícios
  • É provável que um plano de gestão de escopo só contenha uma seção sobre benefícios se o número de resultados e benefícios for pequeno. Caso contrário, será utilizado um plano completo de gestão de benefícios.

  • Controle de Mudanças
  • As mudanças de escopo podem ser uma grande influência para o sucesso de projetos e programas. Esta seção deve definir procedimentos claros, incluindo níveis de autoridade, orçamentos de mudança e técnicas de avaliação. Deve também descrever como as comunicações associadas devem ser tratadas.

  • Gestão da Configuração
  • Por definição, quanto mais complexo o escopo de um projeto ou programa, mais inter-relações existem entre os produtos, resultados, benefícios e seus produtos componentes. A gestão da configuração também pode abranger a documentação de gestão.

SHARE THIS PAGE
No history has been recorded.

Plano de gestão do escopo

Voltar para o topo