Furlong

Gary Furlong fornece um modelo abrangente de resolução de conflitos em seu livro "The Conflict Resolution Toolbox"1 no centro do qual está o círculo de conflito.

O círculo tem seis elementos, que Furlong identifica como os principais motores para o conflito. Na metade superior do círculo estão:

Valores: os sistemas de crenças e idéias dos envolvidos sobre o que é certo ou errado.

Relacionamentos: experiências negativas passadas, estereótipos e comunicações deficientes.

Externos/Ânimos: fatores não relacionados a disputas, 'acordei com o pé esquerdo' e afins.

Furlong sustenta que caminhar em direção aos motores esta metade superior do círculo provavelmente intensificará o conflito.

A fim de resolver o conflito, a conversa deve se concentrar em áreas sobre as quais as partes têm algum controle, ou seja, as causas do conflito na metade inferior do círculo:

Dados: falta de informação, desinformação, problemas de coleta de dados.

Interesses: as necessidades, desejos, medos e preocupações de cada uma das partes.

Estrutura: limitações de recursos, restrições geográficas, questões organizacionais e de autoridade.

Esses fatores de conflito podem ser combinados de forma útil com as fontes de conflito de Thamhain e Wilemon no ciclo de vida do projeto, e com o modelo Thomas-Kilmann para dar ao gerente P3 uma perspectiva dos desafios que eles  enfrentam para administrar o conflito em um projeto ou programa.

 

  1. Furlong, G (2005), The Conflict Resolution Toolbox, Wiley and Sons, Ontario.
SHARE THIS PAGE

29th July 2014Link to Italian translation added

Furlong

Voltar para o topo